Crônicas

Não nos lembramos de dias, lembramo-nos de momentos.

Cesare Pavese

O que eu sei

Esses dias me perguntaram como faço para prosseguir, para não chutar o balde de vez, para não desistir das batidas do meu coração. E eu não sei dizer como – exatamente como. O que eu sei apenas, é do que não posso abrir mão, do que dentro é inegociável, do que sou incapaz de esquecer, […]

Às vezes escorro pelo muro

Às vezes mastigo mastigo mastigo as memórias em busca de sabor, mas as peculiaridades inteiras e que um dia foram desconhecidas, não resistem ao tempo. O que resiste são partículas, frações, fragmentos do que ainda parece bom. Será que ainda é? Mastigo mastigo mastigo… Às vezes não penso muito e faço, o já não espera, […]

ela não é quem dizem que ela é

Há quem olhe para ela e acredite fielmente que sabe quem ela de fato é.Há quem afirme ser capaz de reconhecer o que ela sente.Há quem jura saber onde, porquê ou em quem ela vibra. Ingênuos!Soberbos! Tolos! Ela não é quem dizem que ela é. Nunca foi. Mesmo quando fora obrigada a se vestir por […]

Dicotomia

Você não tinha nada do que eu queria. E eu te queria como se nada mais eu precisasse. Eu tinha tudo arquitetado. Não vinha de uma criação de arquitetos ou planejadores, aliás, longe disso. Meus pais tinham ficado juntos assim sem querer, na medida que a vida vai acontecendo e coisas inesperadas vão surgindo e […]

Há dias que doem mais que outros

Há dias que doem mais que outros.E eu… ah, eu queria começar esse texto falando sobre alegrias, realizações, luz – ainda que fosse a tal luz do fim do túnel… no entanto, por ora, ela não é real e eu preciso aprender a caminhar no escuro, a passos curtos, tateando as paredes para não tropeçar, […]

Escritor

Como é que você faz quando está aí, sozinho, na sua cadeira, na frente do seu computador a digitar as coisas que me “incomodam” tanto?No que você pensa? O que você sente? Em quem você vibra?  Mulher, sedenta, que sou de ti! Desejo as tuas mãos tocando o meu corpo a cada palavra que te […]

esta não é uma carta de amor

[esta não é uma carta de amor, é só saudade] vida, que saudade eu tenho de você! que saudade eu tenho de ouvir a tua voz, as tuas risadas, as tuas palavras nasaladas quando tinha crises de rinite. que saudade eu tenho dos teus questionamentos, da tua incansável tentativa de me fazer mudar de ideia, […]

Prece

Eu tenho que olhar para o outro lado. Eu tenho que ter forças para não encarar os teus olhos que me imploram redenção por um nós que não resistiu. O amor não resistiu. O nosso amor não resistiu. Eu tenho que seguir em frente. Caminhar a passos largos em outra direção. Virar à direita a […]

Eu deveria ter deixado você ir

Eu deveria ter deixado você ir no primeiro sinal de afastamento que você me deu. Mas quem é que quer ver alguma coisa negativa quando se está apaixonado? Eu não queria. E no fundo, eu acho que você também não queria, porque no final do dia, da semana… você sempre voltava e eu estava cheia […]

Como eu devo te amar?

Como eu devo te amar?tu me perguntas nas entrelinhas das mil e uma incertezas que tens sobre o que sinto.Buscas em nós algum tipo de refúgio, de lar, depois de tantas casas em que não pode ficar, e como eu sei disso? Sei, porque no fundo é tudo o que também tento saber. Procuro nas sombras […]

O coração vazio

Meu pai batia na porta do meu quarto com desgosto, insatisfação, desapontamento. Nunca precisei olhar nos olhos do meu pai, para saber quando ele não estava feliz comigo. Nunca precisei ouvir os raros longos áudios, para compreender o que ele esperava de mim. Meu pai que nunca levantou a voz, a mão – batia na […]

ser impossível

Eu sei o que sou. E o que eu sou, te fascina, te arrasta para as minhas profundezas, te embriaga, te afunda. Também sei o que eu não sou e quem esperei que eu me tornasse. Mas são as minhas lacunas, as minhas rachaduras, as minhas impurezas que te trouxeram, que te fazem ficar – […]

és uma escolha

Se eu tiver que escolher entre o meu coração e você, eu vou perder.Eu soube disso na primeira vez que você cheio de certezas invisíveis, disse que me amava e eu silenciei as palavras que pulsaram dentro do meu peito. Nos dias seguintes aquela ligação eu quis desaparecer. Era mais fácil e mais confortável. E […]

Alegações:

Quero que você entenda que nada é ameno, pequeno, insignificante.Que tudo tem sim, importância e relevância.Que nada é por acaso. Que você impacta cada instante novo de vida que tem chegado até mim. Que tudo o que você confessa estremece as colunas alicerçadas por anos, como os terremotos aos edifícios na China. Que por vezes […]

O nosso amor impossível

No café da manhã, falei de você para a minha melhor amiga, depois de meses a fio sem a minha boca pronunciar o teu nome, ecoar para além das minhas paredes internas o teu sobrenome e todas as referências da nossa história desencontrada no tempo, nas circunstâncias, na vida. No fim da tarde, enquanto eu […]

Carregando…

Ocorreu um erro. Atualize a página e/ou tente novamente.


Siga meu blog

Receba novos conteúdos na sua caixa de entrada.