estas palavras são mais tuas, do que minhas

Estas palavras são mais tuas, do que minhas. Essa expressão de amor é muito mais sobre você, do que sobre eu mesma. Cada letra tem o teu traço. Cada tentativa de combinar as sílabas, é uma tentativa de te desenhar, de colorir a tua cor de chocolate que me fascina.

São teus os detalhes que me prendem. São as ruguinhas dos teus olhos negros quando sorri que me rendem, são as tuas covinhas que me derretem toda. Também não esqueço das tuas tatuagens. Teu estilo. Teu jeito. Tão nada a vê com o meu, não é? E mesmo assim, parece ser o contraste perfeito.

A gente não tem nada vê. A gente torce para times diferentes, gosta de estilos musicais opostos. Eu viciada em um bom vinho e você que não abre mão da tua cerveja bem gelada e tudo isso, tão clichê e bem comum, torna quem somos o complemento imperfeito que dá certo.

Você é aquela alegria toda que me falta tantas vezes. Você é aquela calmaria, quando sou uma tremenda tempestade. Você é a teimosia, quando eu já não quero mais insistir. Você é a força entre a leveza das minhas mãos que me seguram. Você é a pressão que guiam os desenhos das minhas unhas nas tua pele. Você é o amigo chato que não esconde o que tem que ser dito (e eu amo, a verdade da tua amizade). Você é a minha segurança, na nossa intimidade (e eu, que nem gostava de camisetas, não me imagino mais acordando sem vestir uma das tuas camisetas brancas).

Você é a nostalgia gostosa no meio do expediente, no fim de tarde, no meio da semana. Você é a espera empolgante para os fins de semana e para as quintas-feiras no sofá com vinho e Netflix. Você é a bagunça divertida, entre tudo que eu organizo e fica, um tanto quanto, chato demais. Você é a cura do meu tédio. Você é a pessoa que mais me tira do sério e a que mais me faz rir até a barriga doer. Você é o arrebatamento que tira os meus pés do chão e é também, o alicerce que me mantém segura na terra. Você é a razão dos meus crimes contra a censura. Você é a pessoa que melhor me desafia. Você é a pessoa que floresce o melhor de mim. Você é tudo que eu achava que não deveria amar, mas amo.

Por: Francielle Santos

(Foto: Reprodução / Emilee Meador)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s