entendendo os percalços

A gente precisa deixar de ser uma caralhada de gente, para ser quem somos de verdade.

A gente precisa passar por momentos dolorosos, para desabrochar coisas que são única e exclusivamente a nossa essência.

A gente precisa sair e muitas vezes se perder, para então se encontrar. Encontra o propósito da nossa vida.

É claro que a gente não quer sofrer, não quer ficar sozinho, não quer encarar ou desencavar feridas, mas é só assim que se encontra e começa o processo da cura. Só assim, a gente consegue alcança pessoas com a experiência, assim conseguimos entender com profundidade os diferentes desertos.

Óbvio que o processo é doloroso, tanto quanto é necessário.

Hoje eu sei, que tudo que passei, que tanto me feriu, também me fortaleceu e me preparou, pois não se trata só de mim, mas de todas as pessoas que poderei alcançar com o processo da história da minha vida.

As experiências que atravessamos na vida, sobre tudo, são para a evolução do todo.

Seja grato pelos teus processos, apesar de tudo, pois eles valem muito, eles tornam você quem é.

Por: Francielle Santos

(Foto: Reprodução / Pinterest)

2 comentários em “entendendo os percalços

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s