o amor não bastou

É tão enigmático pensar, que muitas vezes, bem mais do que eu gostaria de contar, o amor não basta.

O amor não bastou para ficarmos juntos, mesmo com todos os nossos porquês que explicavam que daríamos certo. O amor não bastou, quando tudo começou a ficar esquisito, desajustado entre nós, apesar de encontrarmos um monte de razões, para dizer que ficaria tudo bem.

Amar você, não foi suficiente para eternizar todos os momentos incríveis que vivemos juntos e torna isso, a nossa força para seguirmos lado a lado um caminho do meio, que pudesse ser bom para nós. Tão pouco, foi o suficiente para mudar o fato de que você partiria, mais cedo ou mais tarde e me deixaria em pedaços, que eu tento todos os dias colar em mim de novo. Amar você não foi o suficiente para insistirmos mais em nós e essa evidência, ainda me maltrata.

Ainda amo-te, mas não basta. Não basta porque não te traz de volta e continuamente, eu desejei exatamente isso, somente ter-te de volta. Amo-te, mas não basta. Não basta, porque não fizemos o suficiente e se fizemos, é terrível constatar que o suficiente não bastou para vivermos o nós. E é isso que dói, saber que o amor entre nós não basta para tornar essas constatações, em verdades opostas a elas. Amo-te ainda mais quando te escrevo aqui, mas confesso, que eu queria te amar o bastante para não ter que te escrever assim e sim, te viver enfim ou te esquecer por fim.

Por: Francielle Santos

(Foto: Reprodução / Wattpad)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s