tudo o que você faz aqui é bagunçar

Tudo o que você faz aqui é bagunçar. Bagunça a minha vida como uma criança que não sabe o que exatamente quer, que pega todos os brinquedos e espalhe pelo chão e depois que cansa, enjoa, não quer mais, sai andando deixando tudo bagunçado para trás.

É isso que aparentemente você se tornou, o cara que bate na porta em um dia qualquer da semana, previsível até demais. Trás consigo a sua caixa de palavras (para não chamar de desculpas), espalha pelo chão da minha sala e brinca com elas, até que se cansa ou tem um motivo mais forte e se vai como se nada tivesse feito.

Independente do que acontece depois dos teus discursos mal feitos, dos beijos, das roupas pelo chão… esta carta não é só para dizer sobre quem você é na minha vida, no entanto, é sobre o quanto eu cansei dessa patifaria de bagunça na minha sala. Independente de tudo o que planejamos, sem planejar… eu cansei das suas chegadas sem avisar e mais ainda das suas saídas sem dizer ao menos um “até logo, maravilhosa“, como costumava me chamar. Independente de todos os momentos que vivi ao teu lado (que com certeza, estão entre os mais eloquentes da minha vida), eu não acredito mais nesse seu discurso ensaiado, pouco original para pedir uma possível “permissão” para entrar e ficar essa noite, só mais essa noite.

Independente de tudo o que prometemos ou que deixamos por dizer… por mais que você reapareça, você não é mais real à minha vida e eu não quero (não posso) mais contar mentiras para a eu que te espera (sempre, te espera um pouco mais). Pois saiba, que mesmo com todas as confusões, com todas as indas e vindas, todos os fins e recomeços, de algum modo eu te guardava como alguém que valia a pena esperar e quantas vezes eu esperei? E é verdade, você aparecia sim, uma vez ou outra, fazia a sua bagunça e depois me deixava no meio dela, sem saber quando você iria retornar. Eu cansei dessa droga de esperar você retornar e arrumar esse caos que você sempre deixa para trás. Aliás, eu também cansei de ficar para trás.

Por: Francielle Santos

(Foto: Reprodução / Janas Nuderl)

3 comentários em “tudo o que você faz aqui é bagunçar

    1. não existe um prazo definido… cada coração e mente sabe o quanto de tempo pode suportar a espera… e às vezes, algo novo acontece antes mesmo desse fim de espera. // a nós cabe o cuidado de nos manter seguras e mesmo que com a porta trancada por um tempo, manter a janela aberta.

      Curtido por 1 pessoa

Deixe uma resposta para Francielle Santos Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s