o sonho de nós dois

Penso em ti constantemente. Todo dia. Toda noite. Toda hora e quase em todo minuto. Assim, bem exagerado mesmo. Tenho sido incansavelmente teimosa em esperar por sei nem mais o que, mas continuamente, esperar por ti.

Para quem sabe um dia, quem sabe uma outra noite, um outro tempo, você venha a ser finalmente meu (dessa vez sem adeus).

Penso nesse sonho do tempo em que seremos só eu e você e ao invés de ouvir as tuas histórias, relembraremos das nossas. No sonho do tempo em que você contará de mim, de nós, para os amigos. Que sentaremos juntos na mesa da minha ou da sua família. Que faremos da nossa cama palco para cenas do nosso amor.

Então tudo fará menos ou mais sentido, não sei! Anseio pelo dia que suspirarei boba ao sentir seus lábios a passear por minha pele e eu não terei receio de esbravejar os nossos orgasmos e de sussurrar os meus delírios no seu ouvido. Finalmente, poderia dizer tudo, sem medo de dizer para a pessoa passageira.

Sonho com o tempo em que não precisarei mais procurar por ti em estranhos, que os meus anseios de saudades serão saciados toda noite em seus braços e nosso amor jamais será confundido pelos astros.

Por: Francielle Santos

(Foto: Reprodução / Arthur Rosa)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s