tu és a razão

Tu és de todos os meus sorrisos o mais bobo, das minhas gargalhadas as mais altas. A minha alegria incontestável.

Tu és das conversas e confissões as mais complexas, como se nem eu mesmo pudesse compreender as minhas próprias palavras e os porquês de todas elas.

Tu és a notificação mais aguardada na tela do meu celular. A chegada mais esperada no portão da minha casa.

Tu és dos meus sonhos o mais agitado, o qual me faz acordar no meio da noite suando, com os batimentos acelerados, pouco ar nos pulmões, com o olhar desesperado… te procurando estupidamente na minha realidade todas as noites.

Tu és a minha verdade declarada. A palavra transparente que quebra o meu orgulho ao meio, que contesta cada não, cada talvez, cada incerteza.

Tu és a minha única certeza. E a estupida insanidade no meio dela.

Tu és quem mais desejo ao meu lado, seja na padaria comprando pão, no posto abastecendo o carro, na cama de solteiro do quarto de hospedes da casa dos meus pais.

Tu és a razão dos crimes que intento cometer, das manifestações que pretendo ir contra a censura, contra qualquer coisa que me impeça de ter-te nua entre os meus lençóis.

Tu és das minhas citações a mais pura, das expectativas a mais alta, das minhas paixões a mais febril. A minha felicidade impagável!

Por: Francielle Santos

(Foto: Reprodução / Janas Nuderi)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s