troquei a fechadura da porta

Tive que tomar uma decisão mais drástica dessa vez. Esse entra e saia a hora que você quer, quando dá para você tem que ter um fim. Chega um dia, que a gente sente uma dor tão grande entre uma vasculhada aqui e outra ali, que doe tanto, mas tanto que a gente dá um basta. E pra mim basta! Amar não é pra fazer doer.

Troquei a fechadura da porta. Coloquei uma tranca extra. Avisei o sr. João na porteira, que se caso você aparecer, ele pode dizer que eu estou viajando, não interessa o lugar, mas que diga que estou bem longe. Tirei tudo que era “nós” daqui de casa. Bloqueei você em tudo quanto é rede social (nem acreditei que tive forçar para isso). Sai arquivando nossas memórias na minha mente. Estou escondendo você na parte mais escura do meu coração. Não é por você. É por mim. Eu não aguento mais.

Eu preciso parar de pensar que te espero, mesmo que no fundo eu esteja esperando. Eu preciso esquecer que ainda te amo, mesmo amando até nos ossos. Eu preciso seguir em frente tão bem, como você fez. Você se foi e parece que levou um tanto do meu corpo, que às vezes duvido que eu estou existindo. Eu tenho que cuidar do que sobrou de mim antes que eu deixe de existir.

Não quer dizer que tudo que é você desapareceu de ontem pra hoje. Quem me dera! Mas quer dizer que aqui você não entra mais. Pelo menos não enquanto não me provar outra vez que mereça mesmo entrar. Acho que a vida aconteceu como tinha que acontecer para nós e tem coisas que não são para ser, por mais que eu queira muito que seja. Finalmente, pareço estar ouvindo os seus conselhos de que eu deveria me conformar e me conformando.

Estou me conformando que eu e você não é pra ser e isso ainda me deixa aos frangalhos. Deixa cinza todo o meu arco-iris, mas fazer o que? Era o que você queria, não era? Por muito tempo, a gente tenta da conta de levar o sentimento e a relação por dois, porém as forças acabam se não há parceria, ajuda, abraços do outro. Eu estou esgotada!

Chega! Ou pelo menos vou fingir melhor que chega disso.

Por: Francielle Santos

(Foto: Reprodução / The Kitcheners)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s