queimo por ti

O desejo por ti é como fagulha que cai sem querer nas brasas que me incendeia. Estou queimando o peito, a pele, entre as colchas e você sabe, me provocas assim, porque sabes que estou queimando de vontade de você.

Nada aquieta a minha pressa. Nada silencia o meu desejo de declarar ao mundo ou as quatro paredes que nos couber, que você é meu. Nada acalma o meu coração que corre apressado para te vê e quando chego, eu derreto inteira em cima de ti.

Ninguém tira cada peça que me veste com os olhos (e isso ainda me impressiona). Ninguém conhece tão bem o caminho a ser percorrido pelas minhas extremidades. Ninguém toca a minha pele com leveza com tanta precisão e me segura com força na medida exata. Ninguém cabe e vai tão longe, tão suficiente. Ninguém me vê, me sente, me trasborda e domina. Ninguém me tem como você.

Estes escritos são praticamente uma escritura de propriedade detalhada, que confessam que o meu corpo, os meus desejos, as minhas insanidades, cada gota da minha sede, da minha fome, das minhas urgências são tuas. Eu, inteirinha, sou tua! E tu nunca me desperdiças.

Não me interessa os rótulos, desde que seja você comigo. Não me interessa o quando, desde que seja ainda hoje. Não me interessa as explicações, desde que você fique.

Não suporto mais as tuas saídas. Não suporto mais a espera. Não suporto mais as minhas necessidades que ninguém se não tu é capaz de saciar. Tu, fez de mim dependente. Então se vira! Não hesites nem por um segundo a tomar para si, quem já é completamente tua.

Eu não aceito queimar sozinha. Minha pele arde de desejo pelo o calor da tua pele tons de chocolate a qual eu sou completamente apaixonada, viciada… Não sou capaz de querer outros olhos se não os teus fixos na minha nudez, nem outras mãos se não as tuas a segurar os meus movimentos ou outra voz se não a tua à dizer sacanagens, as tuas putarias, a tua fascinação ao pé do ouvido.

Só os teus olhos me rendem. Só a tua boca me silencia. Só as tuas mãos me prendem. Só o teu corpo me completa.

Por: Francielle Santos

(Foto: Reprodução / Saga Crepúsculo)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s