Como dizer à pessoa que a gente ama que acabou ?

Nunca fui boa com despedidas. De nenhum tipo. Quem decidiu sair primeiro da minha vida me ensinou a sair de fininho, em silêncio, sair à francesa. Não ter que encarar pela última vez os olhos confusos ou questionadores. Não ter que enfrentar as lágrimas e nem as recusas. Não ter que dizer as últimas palavras embargadas na garganta, nem dar o último abraço apertado, o último beijo demorado, sentir pela última vez o cheiro, o calor, a força… Ninguém nunca me ensinou como despedir-me. Agora entendo por que! Porque é uma droga!

É uma droga saber que chegou a hora de dizer adeus e não só um até logo, até amanhã, até sexta… Ter que olhar nos olhos de alguém por quem sentimos algum tipo de afeto e dizer que acabou. Entender, que por mais que você não queira afastar-se (não queira nem um pouquinho), não é mais justo ficar por perto.

É emocionalmente estressante procurar uma forma melhor de dizer “não posso mais ver você“; “está é a nossa última vez“; “acabou” mesmo que nada disso seja uma verdade absoluto.

É horrível deixar quem se ama para trás. Alguém que você nunca imaginou fora das linhas da sua história. Alguém que por um período te fez tão bem, que fez a diferença. Alguém que tatuou-se na pele, no coração da gente.

É possível que não faça tanta diferença para você, amor. Mas aqui está doendo demais saber que chegou a hora de despedir-me, e pra sempre. Ter que encontrar um jeito de não voltar atrás na minha decisão quando você vier com as suas recaídas, procurando-me para preencher os teus momentos vagos. Te olhar nos olhos e sem chorar, dizer que cansei de ser a reserva.

Eu sei que a culpa é minha. Toda ela. E por isso também, é minha a responsabilidade dar um encerramento (poético ou não), por mais que eu esteja aqui, há dias procurando entre nossos resíduos como fazer isso. Confesso, que não faço a menor ideia de como organizar os sentimentos, as lembranças, as palavras, as vírgulas, onde colocar o ponto final

Como dizer à pessoa que a gente ama que acabou?

Eu ainda não sei, só sei que acabou.

Por: Francielle Santos

(Foto: Reprodução / Love and Wild Hearts)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s