saudade de te ver dormir

Eu amava te ver dormir. Era ali no silêncio da manhã, acordando ao teu lado, que a minha vida parecia finalmente estar completa. E estava, não estava?

Amava desenhar nosso futuro com os dedos nas tuas costas. Sentir as tuas mãos sempre buscando-me para constatar que eu ainda estava ali e eu amava estar ali para ouvir a tua respiração profunda, o teu riso quando sentia-se arrepiar, os teus olhos cor de mar sonolentos quando se abriam e encontravam os meus.

Amava o jeito com que os teus braços me traziam para o teu peito e abraçavam-me tão forte. Amava o conforto do teu peito metido a travesseiro, ouvir os teus batimentos calmos, teus dedos a se perder nos meus fios de cabelo fino embaraçados a descer pelas minhas costas nua. Amava o teu cheiro de lar, a sensação de segurança. Eu amava estar em casa em ti!

Essa cama não é mais a mesma sem você; nem as manhãs – principalmente as manhãs de domingo. Eu também não sou mais a mesma depois de você. Sinto tua falta todos os dias. Sinto falta da tua presença, dos teus olhos tocando-me toda, da tua alegria sustentando o meu riso, do teu amor iluminando os meus dias.

Sinto saudade de te ver dormir, te ver acordar, de adormecer ao som da tua voz, de acordar para viver a vida ao teu lado.

Por: Francielle Santos

(Foto: Reprodução / Dirty Boots)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s