a tua sempre ausência

Costumávamos ser mais, dizer mais, fazer mais..

Mas há sempre coisas que vão se extraviando pelo caminho

coisas que vão perdendo a prioridade e importância…

pequenos fragmentos de nós, que vamos deixando por aí.

Há quem diga que nos perdemos um do outro ainda quando éramos nós.

Eu acredito que nos abandonamos em algum canto das nossas vidas a um.

Não faltou amor.

Faltou presença dentro do nosso amor.

Eu te amava tanto, mas não suportava a tua ausência.

A droga da tua ausência, que ainda fere-me tanto, todas as noites que te procuro cegamente pela cama

e tu nunca estás.

Por: Francielle Santos

(Foto: Reprodução / Wattpad)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s