10 minutos para dizer adeus

tínhamos 10 minutos para dizer adeus e nos amamos como se a nossa vida juntos estivesse prestes a começar do jeito certo, mas que na verdade já tinha começado e tinha sido todo errado, e só pra contrariar nós mesmos e todo as outras pessoas da nossa vida, demos um jeitinho aqui, um fugidinha acolá e mesmo que tenha sido complicado, foi sincero, tinha desejo, chamego e aconchego, cheiro de casa, sabor de cama bagunçada, pele molhada no sofá, no mesa de jantar, na escada… tudo muito nosso, intimidade de um jeito profundo, em que até as lágrimas se despiam facilmente, assim como as palavras, os gestos, a pele… todas as noites uma nudez nova, todos os dias, uma maneira diferente de vestir a vida de nós dois. o mundo parecia pequeno pra nós, do mesmo modo, que nós dois parecíamos não caber no nosso próprio mundo, era uma das incoerências da vida, a gente se bastava tanto quanto não se saciava, até aqueles minutos, que marcaram no relógio da nossa história os últimos minutos do fim daquele começo errado, naquele momento, a vida além de nós cobrava melhores decisões, encurralava-nos ao crescimento, haveria te termos de endurecer para amadurecer um pouco mais e gozar os outros níveis da vida que ainda estava por vir, juntos ou não, nós tínhamos 10 minutos para dizer adeus e nos amamos como se a nossa vida juntos estivesse prestes a começar…

Por: Francielle Santos

(Foto: Reprodução / Dirty Boots)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s