#29

a vida sem você

dói-me até nos ossos!

não ter mais a certeza de que vais chegar

é o meu desamparo na vida.

(saudade dos teus beijos todos, em todo lugar de mim)

as tuas lembranças são

a desesperança dos espaços tornarem a ser preenchidos.

(saudade do eco das tuas risadas dentro deste quarto)

humilhas-me a sensação de que ninguém está a tua altura na minha vida.

te odeio por isso!

(e amo-te de novo, talvez, até bem mais por isso!)

esta falta de ti

é inacabável em mim.

2 comentários em “#29

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s