como árvore cortada

I guess my heart never learns…

Ainda Martin

eu ainda procuro nas tuas sombras curativos para esconder os cortes na minha pele. eu ainda procuro nas memórias felizes, agora, tão remotas, um tipo de lençol para cobrir os cacos dos sentimentos quebrados, os pedaços de promessas rasgadas no meio da sala, com a tola intenção de esconder, por hora, toda a sujeira que deixou dentro de mim.

mas os cortes que fizestes em mim são profundos demais para um curativo barato de desenho dá conta. eu não tenho dado conta. e eis aqui, talvez, dentre todas as verdades, a mais dura que eu tenho pra dizer diante dos reflexos dos vidros dessa casa – tenho evitado os espelhos.

I deserve the true, but you lie. I don’t know why I’m so surprised. No matter how hard I try…

segue tocando no fone, enquanto eu olho para o teto desse quarto, agora tão mais distante do que eu lembrava. tenho reparado nas coisas ao meu redor com a impressão de distanciamento e tamanho tão maior que por vezes me assusto. ou eu só estou me sentindo cada vez menor. faz sentido, não faz? quando a gente sente a nossa integridade, justiça, esperança cortada como um tronco de árvore por um machado qualquer. (você sabe que me cortou com um machado qualquer! você sabe que me colocou abaixo.)

passo horas procurando respostas nos flashbacks caprichados que a minha produção de cinema me envia hora ou outra do dia e em quase todas as madrugadas. busco nos detalhes qual foi o que deixei escapar, que não dei devida atenção e que cega por algum tipo de crença ou de amor (e era amor: tolo, fútil, ingênuo) eu não me defendi.

é excêntrico pensar, que há vezes em que precisamos nos defender do amor ou daquele a quem amamos. não deveria ser assim! contudo, há também tantas outras realidades e conceitos no mundo que não deveriam ser como são, mas são. (e eu já deveria ter me conformado!)

além do mais, eu não encontro os detalhes que deixei escapar, porque eu sou viciada nos detalhes e não os deixei passar desapercebidos, até porque são eles que me seguram, são eles quem me cativam, são neles em que tenho uma performance melhor (eu sei disso. você sabe disso. todo mundo que me conhece sabe disso). e você não me deixou nos ou pelos detalhes, não foi?

e mais uma vez você não responde

não há respostas. não há justificavas. não há do teu lado o mísero esforço de escrever um final ou só colocar um ponto final numa frase de fim que eu mesma poderia escrever. (você não dizia que a escritora da relação era eu?) e eu daria um jeito de escrever, mesmo que fosse com tinta de sangue em linhas imaginarias do lençol branco em que tantas vezes fizemos amor.

Por: Francielle Santos

(Foto: Reprodução / Dirty Boots ans Messy Hair)

11 comentários em “como árvore cortada

  1. Sabe, às vezes penso que nada tem um fim. Fazemos do viver outros viveres sem tirar do depósito da memória o vivido. Teu texto me fez lembrar asérie adolescente Dawson’s Creek que a tantas de um episódio a personagem Dawson diz que havia feito da vida dele uma ficção. Será que não armazenamos da nossa memória um quê de ficção para o que não resolvemos no viver? Abraço carinhoso.💐☮️

    Curtido por 1 pessoa

    1. acredito que isso seja possível sim.. muitas vezes precisamos criar uma realidade paralela para da conta da realidade. contudo, também acredito que com o tempo sabemos distingui o que foi real e o que não e seguir melhor resolvidos. // grata pelo seu comentário, sempre me fazem refletir ‘ 😊

      Curtir

  2. Você não deixou escapar nenhum detalhe. Detalhes não escapam. Detalhes ficam. Sim, os mesmos detalhes que fazem você procurar por respostas que nunca virão. Se não repararam nos seus detalhes, não adianta insistir. Nunca seremos bons o suficiente para algumas pessoas e está tudo bem. Faz parte. Talvez seja o momento de você criar novos detalhes e estar onde reparam em todos os seus detalhes. 😉

    Curtido por 1 pessoa

    1. concordo plenamente contigo! // doendo ou não, a gente sabe o que está acontecendo a nossa volta. e nem sempre entregamos o coração nas mãos da pessoa certa // obrigada por contribuir tanto com os teus pareceres por aqui 😊💕

      Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s