tudo era mais simples entre nós dois

Sabe quando você não precisa explicar nada?
Sabe o que é ser compreendida através do olhar?

Tenho saudade de não ter que dizer as coisas, de não ter que sequer escrever sobre elas, na tentativa de acalmar essa angustia que me assola todas as manhãs. Não é sobre estar sozinha, até porque eu não estou. É sobre se sentir sozinha, apesar das listas de contatos, dos conhecidos dos bares que frequento, dos beijos com gosto de cerveja do fim de semana.

Todo e qualquer toque por mais real e forte que venha a ser, não aquece a minha pele que está fria há tanto tempo. Toda e qualquer palavra não silencia a tua voz na minha cabeça. É ridículo! Eu sei! Me enoja essa minha busca por você nos outros. Lágrimas ainda mancham a minha maquiagem toda vez que chego em casa. Não tem volume suficiente no fone de ouvido que me ensurdeça, ao ponto de fazer com que eu não ouça o meu coração gritando pelo o teu nome.

Eu nunca menti, era de verdade quando eu disse que eu te amava!

Por: Francielle Santos

(Foto: We Heart it)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s