40º dia – a crise

estranho seria se eu não entrasse em crise, não é ?

E ela veio. Sim. Certeira como uma bola de boliche em direção aos pinos. E eu que lute para levantar outra vez, tudo, inclusive eu mesma. E claro que eu tenho vontade de me dar uns tapas, quando lembro que prometi escrever todos os dias sobre o desafio. Oras, onde é que eu estava com a cabeça quando registrei essa ideia estúpida!? Tudo isso para não cumprir a regra original do desafio – uma foto por dia. É lógico que eu pensei que seria muito mais fácil escrever sobre, do que fotografar sobre, simplesmente, porque escrever sempre foi mais natural pra mim. Contudo, agora percebo, eu nunca estou disposta a escrever sobre o verdadeiro caos, esse que me expõe assim, falhando, desistindo e sem justificativa que terceirize minhas responsabilidades sobre isso.

Em um mundo onde tudo parece “fácil”, assumir o que não está fácil é, talvez, o desafio do século.

Os pensamentos sombrios estão a porta. Não há cobertor no mundo que me aqueça do frio da solidão. Me sinto perdida, apesar de saber que estou caminhando em uma estrada de terra que parece ser a mais certa pra mim. Não sei se darei conta de fazer tudo, mas me esforço a fazer o possível todos os dias, mesmo que nunca pareça ser suficiente. Sinto saudades de ter calma – sobre tudo, sobre mim. Tenho saudade de ter lágrimas para regar os meus planos…

Às vezes, penso que não vai dar para continuar … mas vai passar, eu sei que essa tempestade vai passar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s