41º dia – depois da crise

É como cantava Chorão: dias de luta e dias de glória.

Se em um dia eu chorava e sequer queria sair da cama,
No alvorecer do outro dia, lá estava eu, de calçar pantalonas verde-água (a minha cor predileta desse últimos dois anos), deixando tudo para trás outra vez.

Porque os dias ruins sempre voltarão a existir,
mas os que se sucederem a eles,
serão ainda melhores
do que todos os outros dias bons!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s