#75

I should never have let you go
I’m lost without you

eu ainda me sinto espalhada.
os dias passam, e eu
já não sei mais dizer o que é o amor
já nem sei dizer se um dia eu soube
o que era o amor.

eu que tanto acreditei
meu Deus! e como acreditei,
com cada pedacinho de mim
por tudo o que eu cria como verdade
que eu te amava (e te amava, não amava?)
e agora, eu sequer sei reconhecer o que é o amor.

não é irônico?
em um dia você pensa que sabe amar
que sabe sentir o amor
que sabe entregar o amor que é capaz
de deixar arder nas entranhas
e no outro dia,
nada mais é
nada mais há
nada mais sabe.

ainda busco nos casais velhinhos
que vejo no metrô
esperança!
ainda busco nos casais jovens,
resplandecentes de vitalidade e energia
resiliência para continuar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s