#81

Prometo decepcionar-te
Todos os dias da minha vida
Porque assim serei livre
Das tuas expectativas e esperas
Das tuas ambições e ideias
Das tuas mãos e algemas.

Prometo deixar-te
Todos os dias da minha vida
E tentar, insistentemente, te esquecer
E ser mais eu e menos você
Sobreviver menos de nós
Viver mais do que a vida tem pra mim.

Prometo não olhar mais para trás
Nem tentar reescrever a nossa história
Ou poetizar as nossas cicatrizes
Ou te denunciar no meio dos meus versos
E dizer que te amei todos os dias da minha vida
Até aqui.

Um comentário em “#81

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s