#10

#10

ah meu pai se eu fosse,  como achei que era,  como você ah minha mãe  se eu conseguisse abrir os braços,  chorar no teu colo,  confessar que amo, que sinto tanto ah meu irmão se eu pudesse ser alegre,  falar bem ALTO viver, tu sabes, viver!

Teus olhos

Teus olhos

os teus olhos caminham, va-ga-ro-sa-men-te, pelo meu corpo um caminhar pesado que vai me despindo, atravessando os tecidos, cada camada de pele colocando-me do avesso, (e eu estremeço) desbravando-me, como um forasteiro em terra estranha reconhecendo as planícies nunca antes vistas tocando partes nunca antes tocadas assinando como teu, tudo o que me faz ser [...]

alguém

alguém

Alguém que seja o meu sossego, equilíbrio e minha paz; mas que me arrebate, emocione, excite em todas as formas possíveis de amar. Alguém que possa encontrar o conforto e familiaridade para contar todas as verdades; que ame minha doçura e saiba lidar com minha monstruosidade. Alguém que tenha a paciência de ouvir todas as [...]