Mãe

Mãe

Reconheço em ti o ser implacável, apesar do ser falível que és - ser humana feita de carne, ossos, sangue e muito amor! Reconheço em ti a força imensurável, apesar das lágrimas. E tu choras, quando sou feliz e quando triste estou. Reconheço as tuas orações, apesar de mim. Reconheço em ti o cuidado, que [...]

EMERGENCY DOOR

EMERGENCY DOOR

... quando trabalhei a bordo dos navios da Costa Cruzeiros aprendi sobre três tipos de portas de emergência: a primeira, são as portas de emergência que dão acesso as áreas de crew (tripulação) e que em caso de evacuação, são por elas que devemos sair, ir até a cabine, pegar o colete salva-vidas e depois [...]

segundas-feiras

segundas-feiras

como toda paulista raiz, eu tive por muito tempo aquele ranço das segundas-feiras. o começo da semana sempre representou trânsito, trens e ônibus lotados, gente mal humorada a cada dois passos e ranzinza até na hora do almoço nos restaurantes da Paulista, da Faria Lima... (incluindo eu - é claro!). nas segundas-feiras o paulista vive [...]

um ano que reescrevo me ou tento não desistir

um ano que reescrevo me ou tento não desistir

... eu não lembro quando escrevi a primeira frase, primeiro verso, parágrafo, texto inteiro que carregaram pedaços do meu coração. sequer tenho os cadernos da escola da minha infância e faculdade, onde, entre um exercício e outro, uma pequena pixação nas últimas folhas e nas capas era um respiro. quase não tenho memória das questões [...]

Escadas

Escadas

Não era como eu contava, que havia caído do décimo nono andar. Que um dia estive lá em cima e de repente, estava caindo, caindo, caindo. Um tombo grande, bem feio, que estraçalhou-me inteira. Na verdade, foi uma coleção de quedas, despedidas, quase's. E cada tombo me quebrou de forma diferente. Alguns mais que outros. [...]

[sobre]viver

[sobre]viver

Tenho medo dos dias que me esperam. Sinto (com doses excedentes dos anos que já se passaram) como a primeira vez que estava na rua com a minha bicicleta sem rodinhas com o meu pai dizendo que era fácil, facinho, facinho pedalar sem as rodinhas. Sei que com as melhores das intenções o meu pai [...]

compreender

compreender

... quando nos entendemos bem, não precisamos que o mundo entenda.Trecho do filme - Dear Zindagi Existe um dia marcado no calendário da vida, que divide o antes e o depois da forma como olhamos, compreendemos e recebemos o mundo em nosso coração. Um dia, que você percebe que tudo (ou uma parte) do que [...]

O peso da verdade

O peso da verdade

Amei muito e fui amado mais ainda com verdade, pois há de ter muito amor para aguentar os tapas pesados no meio da cara que a verdade vem da. Algumas verdades são isso: tapas pesados que doem, mas faz acordar. Acordar para realidade. Acordar para a vida. Acordar para olhar as pessoas como elas realmente [...]