A tal da solidão

A tal da solidão

O meu coração finalmente está completamente desabitado. Não há mais saudade. Não há mais esperas. Não há mais aquela ansiedade por uma notificação na tela do celular. Já não há nada que afete a trilha sonora nas playlist do meu Spotify. Já não há nenhum motivo de alegria ou de desapontamento que me faça querer [...]

Permanência

Permanência

Parei tudo o que tinha para fazer. Tem dias que é exatamente assim: acordo; levanto pela força das questões que são inadiáveis; abro uma frestinha da janela - a luz do dia tenta ganhar espaço no quarto escuro; visto o roupão; nunca penteio o cabelo; tomo uma xícara de café; não me esforço - pelo [...]

pulsos

pulsos

e pulsaspulsas pulsaspulsas e não reconheço a ti. não reconheço a mim. quem ainda seriámos se ... sim! se ... se não tentássemos ser tão robóticos. tão animes. tão sãos. e insistimos. sim! porque por vezes, nos resta insistir por continuar os dias. atravessados, por lanças afiadas. engasgados, por espinhos. cansados, com o peso da [...]

mitos

mitos

As coisas são o que são. E eu preciso aceitar isso. Eu preciso olhar pela janela de madrugada, e ao perder o meu olhar nas luzes acesas das casas que ainda não dormem, encontrar algum tipo de fôlego, de ânimo, de coragem. Era mais fácil quando eu ainda era menina - destemida, segura, confiante. Era [...]

lugares

lugares

existem lugares que nunca mais serão povoados.sinto um tanto de conforto nissonem todos os buracos se fecharãonem todos as lacunas serão preenchidase talvez, a vida tenha que ser assim:sempre com um pedaço a faltarpara continuarmos procurando por maise nunca nos resignarmos. existem lugares que não cabe qualquer umnão encaixa qualquer peça não convence qualquer argumentoe deve [...]

vaidades

vaidades

Pulsa em mim aquela pretensão de ser grande. Anseio a expansão dos pulmões dos meus sonhos, inspirando verdades, expirando vontades. Cada partícula daquilo que acredito dividindo-se, e multiplicando-se, invadindo-vos. Sim, eu tenho a ambição de ser mais do que eu sou! De tocar partes que eu ainda não toquei. De atravessar lugares que ainda não [...]

eu me perdi

eu me perdi

Tenho pensado muito neles, aqueles autores que foram e continuam sendo atemporais, que escreveram coisas que ainda fazem sentido, que são capazes de explicar outras coisas que eles sequer viram, conheceram. Tenho pensado sobre essa vontade de escrever coisas que sejam como tais. Talvez eu nunca tenha me dado conta do quão ambiciosa e pretenciosa [...]

thoughts

thoughts

e se os dias tivessem mais horas, se os e-mails pudessem ser como passagens para outra dimensão, para o lado daíonde você está e eu ainda não te vejonão te sintonão te toco. e se houvesse vinho tintomúsica, violão, brigadeiroe se escrevêssemos poesias, cançõesem máquinas antigas ou à lápis, em papel mache. e se não fossemos tão distantes tão jovens perdidos entre [...]