Contos

O homem nasce para viver, e não para se preparar para viver.

Boris Pasternak

Sr. Ferreira

Sérgio era um homem de negócios. Um pouco mais de quarenta anos e ainda inquietava as moças do departamento quando passava, falava gentilmente, fazia perguntas certeiras e cheias de segundas intenções e sorria na recepção só para vê-las ruborizar e elas ruborizavam. Ele sabia o que fazia e parecia amar ser o assunto na boca […]

Rodrigo e Diana

O amor não era uma condicional. Rodrigo sabia muito bem disso. Já tinha se arrebentado quando mais moço, quando ainda era o cara que ficava no banco isolado no jardim do campos que estudara direito, completamente distraído e perdido nas curvas da moça ruiva da turma. Depois, de muitas tentativas de tentar persuadi-la e convencer […]

Apeteceu

Laura, estava em Paris, para o seu primeiro grande trabalho internacional. Sonhara com a cidade das luzes tantas e tantas vezes em madrugadas de insônia, que era inacreditável que ela finalmente estivesse lá. Os últimos meses tinham sido terríveis em quase todas às áreas da sua vida, exceto na área profissional que finalmente parecia estar […]

todas as quartas-feiras

Quarta-feira, mais um rompante de saudade no meio da semana. Nada surpreendente. Nada convencional. Só mais uma escapada da rotina tediosa dele. O que ele queria? Oras, o de sempre! Como o garçom do bar que sabe exatamente qual a bebida, quantas pedras de gelo, quantas doses daquele cliente fiel de todas sextas-feiras, que chega […]


Siga meu blog

Receba novos conteúdos na sua caixa de entrada.