Poesias

Renda-se, como eu me rendi. Mergulhe no que você não conhece, como eu mergulhei. Não se preocupe em entender, viver ultrapassa qualquer entendimento.

Clarice Lispector

#53

Fronteiras se abrindoBoas novas chegandoUm tsunami de coisas acontecendo Um oceano inteiro para atravessar — Attraversiamo! Por: Francielle Santos (Foto: Mackenzie Murphy )

#52

derramarei todas as lágrimasderramarei todos os risosderramarei todas as palavrasderramarei todo silêncioderramarei os meus paisderramarei os meus amigosderramarei a minha féderramarei cada um dos meus medosderramarei as minhas certezas e convicçõesderramarei todas as minhas incertezas e dúvidasderramarei sangue derramarei regeneraçãoderramarei saudadederramarei amor derramarei partículas derramarei partes inteiras derramar-me-ei. Por: Francielle Santos (Foto: Tumblr)

#51

eu decepciono.você decepciona.ele(a) decepciona. a decepção há de ser sempre inevitávelenquanto for só sobre aquilo que esperamos do outroao invés de ser sobre aquilo que o outro pode de fato nos oferecer. Por: Francielle Santos (Foto: twitter) me acompanhe também no Instagram @reescrevome

#50

diferenças: você é calorele é incêndio você é garoaele é tempestade você é ventoele é furacão você é ninhoele é pássaro você é leãoele é lobo você é remédioele a lança que atravessa você é alimentoele a insaciedade você é a escutaele é o som você é o coloele é a espera você é casaele […]

#49

acinzentadolargofrioo nosso quarto vazio! era meuera nossoera nósnada mais há! o relógio no criado mudo não paroua sua vida seguiue a minha vida continuou……parada no minuto que você partiu.e então o vazio! senti raivasenti saudadesenti medosenti doragora, pouco eu sou! volta e meiade ti lembronão entendomas deixo como esta.se você quisesse ficar, ficava!e eu… ah, […]

#48

não é sobre o que eu sintonão é sobre o que eu falonão é sobre o que cobre o meu corpo. é sobre no que você decide acreditaré sobre como você decide responderé sobre onde você decide tocar. não é sobre palavras,é sobre quem eu sou apesar delas. Por: Francielle Santos (Foto: Wattpad) me acompanhe […]

#47

pés na areiacalor na pelecabelos a dançar com o ventonosso silêncio. águas que me arrastamchamam-me para dentro…o meu mar azulpertencimento. estou em casa,onde posso transbordar. Por: Francielle Santos (Foto: Wattpad)

#46

camada a camada estão as palavras escondidastranspiro sangue enquanto resistohaverá sempre uma maneira de sangrar cicatriz a cicatriz as tatuagens sob a pelerevelam os caminhos que tomei irreversíveissecas, mas nunca transparentes lágrima a lágrima subsisto os diaschoro ainda que de dentro para continuar respirando há sempre um trago de oxigênio em um choro dor a dor […]

#45

asas para que te quero? não te quero: guardaresconderfechar enfraquecerparalisarendureceratrofiar te queromovermostrarabrirfortaleceragitarabrandaralargar asas, te quero, porque só sei voar! Por: Francielle Santos (Foto: TikTok) me acompanhe também no Instagram @reescrevome

#44

lembrosintochoroescrevoapagofotosnão te reconheçoreescrevonão mandote odeio!respirosuspirote amo!silênciovaziosolidão Ps.: você é o pulso de vida que doí na minha! Por: Francielle Santos (Foto: tumblr)

#43

Aonde foi que nos perdemos? Aonde foi que perdemos o que era bom em nós? Estamos transformando o mundo,ou nos destruindo? Aonde foi que nos perdemos? Estamos corrigindoou punindo as pessoas? Aonde foi que nos perdemos? Quem sou eu para julgar alguém? Quem é você para condenar alguém? Aonde foi que nos perdemos? Aonde foi […]

#42

o alaranjado do outono já está quase no fim parece que piscamos e já é meio do ano mas os dias continuame continuame continuam tão iguaistão amenostão álcool em geltão faces dividas por máscaras querido Maio e seus antecessoreseu esperava maiseu queria maiseu tinha tantos planos… Por: Francielle Santos (Foto: Reprodução / DeviantArt)

#41

deixo irdeixo de serdeixo de sentirdeixo de estardeixo de ouvirdeixo de falardeixo de existir procuro-menas vielas das entranhasnas esquinas das lembrançasnos becos entre os ossos onde me larguei onde estive? onde estou?para onde devo seguir? onde estão as certezas?as tive um dia? sigosigo deixando sigo perdendosigo sentindo tenho impulsividades atrasadasurgências silenciadasqueimo em febre de 40ºas […]

#40

a onda alta que me arrasta para a imensidãoa insistência no meu eu arredioo sol carioca que amorena a minha pele paulistaa estrada que me leva pra casao reflexo do qual não me escondoa aceitação das minhas marcasa presença que vence todos os dias a distânciaas cócegas na espinha dorsalas risadas descontroladaso amarelo que pinta […]

#39

tu é a ponteque eu atravesseia passos curtosdesacelerados tu, é a estrada que me levaspor caminhos de risosde aconchegoem direção à casa antes eu estava perdidosozinho…sequer seguiapara algum lugar agora eu caminhoquinze quilômetros todos os dias na sua direção pra te alcançar e eu sei que vou te alcançarte abraçar, te beijar, te tocar, porquetu […]

Carregando…

Ocorreu um erro. Atualize a página e/ou tente novamente.


Siga meu blog

Receba novos conteúdos na sua caixa de entrada.