a tua sombra

a tua sombra

... você, que partiu mas deixou-se nos movimentos distraídos, nas manias, nos prazeres descobertos a pouco, no deixar a porta do quarto entreaberta ("é questão de segurança", me convencias), no deleite de comer comida japonesa e ainda não saber segurar os palitinhos, no deitar no sofá para o jogo de quarta (e que eu continuo [...]

tu, que nunca mais veio

tu, que nunca mais veio

Tu, que visitas-me sem pedir licença alguma. Como chuva de verão, as lembranças de nós me encharcam madrugadas a fio. Basta um descontentamento, um desfavor, um descuido bobo e você chega. Você e tudo que eu senti por você. Por vezes, tu és o mal que alimenta a minha insônia. Outras vezes, tu és o [...]

o não alcançar

o não alcançar

Eu não te alcanço e ainda quando o faço, é só outra das minhas tantas divagações. Sinto desprezo por esse sentimento de pequinês que envenena o meu sangue quando estou diante de ti. Curvo-me aos teus arroubos famintos. Revelo-te as minhas ganas todas que latejam, enquanto ardem na minha pele, não temo o mal. Não [...]

Teus olhos

Teus olhos

os teus olhos caminham, va-ga-ro-sa-men-te, pelo meu corpo um caminhar pesado que vai me despindo, atravessando os tecidos, cada camada de pele colocando-me do avesso, (e eu estremeço) desbravando-me, como um forasteiro em terra estranha reconhecendo as planícies nunca antes vistas tocando partes nunca antes tocadas assinando como teu, tudo o que me faz ser [...]

alguém

alguém

Alguém que seja o meu sossego, equilíbrio e minha paz; mas que me arrebate, emocione, excite em todas as formas possíveis de amar. Alguém que possa encontrar o conforto e familiaridade para contar todas as verdades; que ame minha doçura e saiba lidar com minha monstruosidade. Alguém que tenha a paciência de ouvir todas as [...]

I’m yours

I’m yours

Dreaming awake, I wish your whisper in the silence of the night. Lost between your sheets, I find myself on your golden skin, warm and soft. Between kisses, I feel the strong touch of your fingers slide under my shaking skin, it bringing me to shivers and excitement. I feel the warmth of your body [...]

como Alice

como Alice

Como Alice, acordei e era só um jardim e um livro velho caído do colo. Vencida dentro da minha própria complexidade. Com todas os cortes abertos a sangrar. Um tipo de remorso, com doses intensas de abstinência de um antigo prazer. Tantas vezes, em que somos apenas submissos aos nossos desejos. Enganados pela fome da [...]