se escrevo de amor, escrevo você

se escrevo de amor, escrevo você

há semanas que eu não conseguia sequer segurar um lápis em frente de uma folha branca. encarava o tracinho piscando na tela do notebook, do celular e não consegui digitar nada. estava engasgada, abarrotada de lembranças tuas, que foram resurgindo dos jeitos mais absurdos possíveis, nas pessoas mais improváveis. me senti apavorada nos dias em [...]

vontades

vontades

tenho vontade de te procurar, de te ver, de saber como você está, o que anda fazendo. tenho vontade de te ligar pra te contar sobre os meus dias, desabafar sobre as minhas confusões, sobre os problemas. tenho vontade de ouvir tua voz, de ouvir teu riso, de chorar de rir das tuas piadas. tenho [...]

ainda te quero bem

ainda te quero bem

"ei, como você está?" (digito infinitas vezes e apago em horas aleatórias do meu dia) nunca pensei que chegaria o dia que eu não teria mais razão para te enviar uma mensagem de texto que fosse. também, me recusei a prever que seríamos capazes de nos ferir como nos ferimos. nós sequer fomos capazes de [...]

#30

#30

procuro o teu aroma nos cheiros salivo o teu gosto nos sabores  ambiciono o calor do teu peito, no gélido travesseiro. amo-te, ainda que tudo  já não te percebo como antes careço-te, porque tudo ainda és. agarro-me nas certezas de quem somos para não te perder no que ainda não somos.  a tua vida está [...]

#29

#29

a vida sem você dói-me até nos ossos! não ter mais a certeza de que vais chegar é o meu desamparo na vida. (saudade dos teus beijos todos, em todo lugar de mim) as tuas lembranças são a desesperança dos espaços tornarem a ser preenchidos. (saudade do eco das tuas risadas dentro deste quarto) humilhas-me [...]

resta-me esquecer

resta-me esquecer

resta-me esquecer. esquecer, que um dia me apaixonei pelos teus olhos negros. esquecer, que um dia me deixei envolver pelo tua voz, me convencer por tuas palavras, por teus jeitos... esquecer, que me deixei descobrir pelo toque preciso dos teus dedos, pela segurança das tuas mãos. esquecer, que transbordei no teu corpo. esquecer, que te [...]

eu era a tua mulher

eu era a tua mulher

eu era a tua mulher, e era justamente você quem gostava de dizer isso em alto e bom tom para as paredes ouvir e baixinho, ao pé do meu ouvido... e eu era mesmo! eu queria ser. eu fazia de tudo para ser. eu me entregava inteirinha para ser. quando entrei no taxi naquela noite, [...]

#20

#20

quando penso que nunca mais tu vens e me acontece quando desisto do amor tu vens e me cativa quando provo que não te mereço tu vens e amas-me! Por: Francielle Santos

coisas nunca ditas

coisas nunca ditas

ah meu bem, se tu soubesse das coisas todas que eu nunca disse por mero egoísmo meu. ah, se tu soubesses sobre os pecados todos que cometi antes de ti, será que terias me aceitado? será que terias ficado? será que terias me amado? confesso-te, houve vezes que eu me senti uma granada sem pino, [...]