no café

no café

Todas as terças-feiras, às quinze horas eu dava um jeito de escapar daquele escritório. Eu que amava tanto o meu trabalho (e ainda acho que amo), tento escapar da estranheza das pessoas que me cercam por lá. Não foi de repente que as coisas ficaram ligeiramente estranhas e desconfortáveis. Foi gradativo, entende? De vacilo em [...]

ele faria de novo

ele faria de novo

Deve ter sido na primeira ou na segunda vez que os olhos deles se encontraram sem querer. Ou talvez, foi na primeira ou na segunda vez, que as mãos se tocaram distraídas. Quem sabe, tenha sido entre um riso ou dois, descontraído no envolver da calmaria, que sem querer eles sentiam, se reconheciam e se [...]

eu não te amei

eu não te amei

Eu não te amei, mas gostei de você pra caralho! E não pedirei desculpas pelos termos. Se eu não me dei ao trabalho de procurar uma palavra menos grosseira, para descrever o rebuliço que você causou dentro de mim. Pois saiba que eu até procurei, mas não encontrei uma palavra capaz de descrever esse fervor [...]

eu amei te receber

eu amei te receber

Existe uma familiaridade entre os nossos sorrisos, um jeito desinibido entre o nosso olhar quando se encontra, um calor aconchegante no nosso abraço, tão nosso, que não dá vontade de soltar. A verdade é que apesar de tantas diferenças, simplicidade e casualidade que te trouxe aqui, existem muitas boas intenções. Há tantas palavras perdidas entre [...]

simplesmente somos um casal, mesmo não sendo um

simplesmente somos um casal, mesmo não sendo um

[quando é com quem se ama, tudo é absurdamente inexplicável, até quando se explica.] Eu vou sempre ficar assim, perdida entre os meus sentimentos, sem conseguir entender, mesmo entendendo tudo o que somos. Quando estamos juntos, todo o resto fica do lado de fora. E até quando parece que todo o resto não quer ir [...]