quando …

quando …

quando o amor não basta quando o afeto falha quando a generosidade titubeia quando a capacidade de perdoar não existe quando a tolerância é invisível quando a conquista é insustentável quando a esperança se desvanece quando o chão te falta quando o céu está sempre escuro quando a coragem retrocede quando o caminhar vacila quando [...]

Escadas

Escadas

Não era como eu contava, que havia caído do décimo nono andar. Que um dia estive lá em cima e de repente, estava caindo, caindo, caindo. Um tombo grande, bem feio, que estraçalhou-me inteira. Na verdade, foi uma coleção de quedas, despedidas, quase's. E cada tombo me quebrou de forma diferente. Alguns mais que outros. [...]

sobre um fim

sobre um fim

— Era para termos insistido um pouco mais. - disse ele, despedindo-se pela terceira vez depois de encontrá-la por acaso naquele café. Ela não era qualquer lembrança, qualquer saudade, qualquer remorso. Ela era mais em tudo o que ele sentia. E sempre fora assim, desde à primeira vez que ele a havia encontrado entre os [...]

a pulsar

a pulsar

... mãos a percorrer o corpo frio, vazio, incerto de ser, de estar, de se permitir sob o controle da mente, confusa, perdida, ambiciosa, orgulhosa ambos completamente nus de suas certezas, razões, intenções, verdades no chão, a procura da coragem de ser o que por dentro clamava por liberdade tentava silenciar os pensamentos mais sombrios, [...]

leve me para casa

leve me para casa

"Leve-me para casa" era o que eu deveria ter dito naquele dia em que claramente, eu estava desistindo de nós com as palavras, mesmo que tudo em mim só quisesse ir para casa, para o nosso lar. O teu peito, agora eu sei, fora o lar que eu procurei em diversas casas, em diversas cidades, [...]

acabou?

acabou?

“Como será que sabemos que acabou?” questiono me enquanto preparo o café quase seis da manhã de mais uma madrugada que não dormi. E mesmo agora, tão cedo, as preocupações paralisam a minha capacidade de relaxar e descansar.  A necessidade de encontrar soluções - uma única saída sequer, impedem-me de seguir adiante; de virar ainda [...]