eu me perdi

eu me perdi

Tenho pensado muito neles, aqueles autores que foram e continuam sendo atemporais, que escreveram coisas que ainda fazem sentido, que são capazes de explicar outras coisas que eles sequer viram, conheceram. Tenho pensado sobre essa vontade de escrever coisas que sejam como tais. Talvez eu nunca tenha me dado conta do quão ambiciosa e pretenciosa [...]

#65

juntei os meus pedaços reuniu forças do mais profundo que eu tinha sidonão esqueci nada não deixei de sentir tudoreorganizeime reescrevi te reescrever,foi a única maneira de continuar existindo sem ti.