Você merece alguém que nunca duvide de quem você é

Você merece alguém que nunca duvide de quem você é

Você merece alguém que nunca duvide de quem você é. E eu, aqui, lamento por não ser essa pessoa. Não ter conseguido, mesmo lutando com todas as minhas forças pra isso. Lamento as circunstâncias que nos levaram a encruzilhada em que não nos restam mais do que duas opções, onde estamos escolhendo, de um jeito [...]

#81

Prometo decepcionar-te Todos os dias da minha vida Porque assim serei livreDas tuas expectativas e esperasDas tuas ambições e ideiasDas tuas mãos e algemas. Prometo deixar-te Todos os dias da minha vidaE tentar, insistentemente, te esquecerE ser mais eu e menos vocêSobreviver menos de nós Viver mais do que a vida tem pra mim. Prometo [...]

te reencontro nas linhas

te reencontro nas linhas

te reencontro no meus escritos, mas não te procuro mais. te procurar, seria reconhecer que eu estava errada sobre mim, sobre nós, sobre tudo. reconhecer que eu talvez amasse mesmo você. reconhecer que eu acreditava mesmo no seu amor. reconhecer que ao dizer adeus, estava implorando: salva-me de mim! dizem por aí, que os escritores [...]

#75

I should never have let you go I'm lost without you eu ainda me sinto espalhada.os dias passam, e eu já não sei mais dizer o que é o amorjá nem sei dizer se um dia eu soubeo que era o amor. eu que tanto acreditei meu Deus! e como acreditei,com cada pedacinho de mim [...]

aqueles dias

aqueles dias

Engano-me todas as vezes que alguém pergunta como estou sem você e eu respondo, cinicamente, que eu sequer lembro dos teus traços, do teu cheiro, da pressão da tua força na minha carne. É verdade que me esforço e muito, na tentativa falha de escapar de qualquer chiado de pensamento que se refira a ti. [...]

te vejo

te vejo

Te vejo e já não me afeta. Te ouço e já não me afeta. Sinto o teu perfume e já não me afeta. Te leio e já não me afeta. Te lembro e já não me afeta. Te sinto (vez ou outra), mas já não me afeta. Te quero bem, e é exatamente por isso [...]

ruínas

ruínas

Eu vi. Eu vi o exato minuto que a linha fina se rompeu em nós. Eu senti cada uma das minha convicções desmoronarem como um prédio de vinte andares desmorona quando os alicerces não aguentam mais. Eu nos vi ceder, nos vi ruína quando toda aquela poeira abaixou. Eu nos vi quando nada mais podíamos [...]