#49

#49

acinzentadolargofrioo nosso quarto vazio! era meuera nossoera nósnada mais há! o relógio no criado mudo não paroua sua vida seguiue a minha vida continuou......parada no minuto que você partiu.e então o vazio! senti raivasenti saudadesenti medosenti doragora, pouco eu sou! volta e meiade ti lembronão entendomas deixo como esta.se você quisesse ficar, ficava!e eu... ah, [...]

Prece

Prece

Eu tenho que olhar para o outro lado. Eu tenho que ter forças para não encarar os teus olhos que me imploram redenção por um nós que não resistiu. O amor não resistiu. O nosso amor não resistiu. Eu tenho que seguir em frente. Caminhar a passos largos em outra direção. Virar à direita a [...]

como árvore cortada

como árvore cortada

I guess my heart never learns...Ainda Martin eu ainda procuro nas tuas sombras curativos para esconder os cortes na minha pele. eu ainda procuro nas memórias felizes, agora, tão remotas, um tipo de lençol para cobrir os cacos dos sentimentos quebrados, os pedaços de promessas rasgadas no meio da sala, com a tola intenção de [...]

vontades

vontades

tenho vontade de te procurar, de te ver, de saber como você está, o que anda fazendo. tenho vontade de te ligar pra te contar sobre os meus dias, desabafar sobre as minhas confusões, sobre os problemas. tenho vontade de ouvir tua voz, de ouvir teu riso, de chorar de rir das tuas piadas. tenho [...]

ainda te quero bem

ainda te quero bem

"ei, como você está?" (digito infinitas vezes e apago em horas aleatórias do meu dia) nunca pensei que chegaria o dia que eu não teria mais razão para te enviar uma mensagem de texto que fosse. também, me recusei a prever que seríamos capazes de nos ferir como nos ferimos. nós sequer fomos capazes de [...]

tu, que nunca mais veio

tu, que nunca mais veio

Tu, que visitas-me sem pedir licença alguma. Como chuva de verão, as lembranças de nós me encharcam madrugadas a fio. Basta um descontentamento, um desfavor, um descuido bobo e você chega. Você e tudo que eu senti por você. Por vezes, tu és o mal que alimenta a minha insônia. Outras vezes, tu és o [...]

sobre um fim

sobre um fim

— Era para termos insistido um pouco mais. - disse ele, despedindo-se pela terceira vez depois de encontrá-la por acaso naquele café. Ela não era qualquer lembrança, qualquer saudade, qualquer remorso. Ela era mais em tudo o que ele sentia. E sempre fora assim, desde à primeira vez que ele a havia encontrado entre os [...]

Como lidar?

Como lidar?

A verdade esplanada mesmo, é que nós não sabemos lidar. E temos um medo de cão de assumir que não sabemos lidar. Por vezes, ou somos o oito ou o oitenta; escolhemos o silêncio ou as palavras que só são pronunciadas aos berros; a porta fechada ao som de trovão ou a fuga pelas ruas [...]