#82

meia-noite primeiro de janeirode dois mil e dois e contanto contandocontando ainda ontem estávamos na praiapezinhos enfiados na areiaeu e meu irmão no meio da multidão de adultoserámos tão mais tão felizes, mesmo que não entendêssemos nada.então o céu iluminado - branco, azul, verde, vermelho e douradoe banho de espumante baratoabraços longos e apertadoslágrimas, risos, [...]

#81

Prometo decepcionar-te Todos os dias da minha vida Porque assim serei livreDas tuas expectativas e esperasDas tuas ambições e ideiasDas tuas mãos e algemas. Prometo deixar-te Todos os dias da minha vidaE tentar, insistentemente, te esquecerE ser mais eu e menos vocêSobreviver menos de nós Viver mais do que a vida tem pra mim. Prometo [...]

#80

Do you know what? o meu coração dóidia após dia nessa realidade ensossa em que estamos já não reclamo como antessequer me lembro das queixas que outrora acariciavam as feridas já não choro já não escrevo como antesjá não me reconheço no espelho nem nas fotos que tiram de mim enquanto distraída procuro por uma [...]

#77

falta-me a tua voze tudo o que nela carrega e tudo o que dela me contae tudo o que nela sou falta-me o teu suspiroe tudo o que dele me pertencee tudo o que nele te relevae tudo no que nele estou falta-me a tua palavrae tudo o que nela tu erase tudo o que [...]

#76

Planos, não são o que são. Sonhos, não são o que são. Ideias, não são o que são. Mas o amor, a coragem, a vontade de viveros planos, os sonhos, as ideias, você sim, eram reais, eram sinceras, eram tudo o que eu tinha.

#75

I should never have let you go I'm lost without you eu ainda me sinto espalhada.os dias passam, e eu já não sei mais dizer o que é o amorjá nem sei dizer se um dia eu soubeo que era o amor. eu que tanto acreditei meu Deus! e como acreditei,com cada pedacinho de mim [...]

#70

onde posso ir afim de escapar das lembranças? onde posso estar sem que a angústia me encontre? onde posso ser, sem que não haja o peso do agora encurvando os meus ombros?

#65

juntei os meus pedaços reuniu forças do mais profundo que eu tinha sidonão esqueci nada não deixei de sentir tudoreorganizeime reescrevi te reescrever,foi a única maneira de continuar existindo sem ti.