#52

#52

derramarei todas as lágrimasderramarei todos os risosderramarei todas as palavrasderramarei todo silêncioderramarei os meus paisderramarei os meus amigosderramarei a minha féderramarei cada um dos meus medosderramarei as minhas certezas e convicçõesderramarei todas as minhas incertezas e dúvidasderramarei sangue derramarei regeneraçãoderramarei saudadederramarei amor derramarei partículas derramarei partes inteiras derramar-me-ei. Por: Francielle Santos (Foto: Tumblr)

#46

#46

camada a camada estão as palavras escondidastranspiro sangue enquanto resistohaverá sempre uma maneira de sangrar cicatriz a cicatriz as tatuagens sob a pelerevelam os caminhos que tomei irreversíveissecas, mas nunca transparentes lágrima a lágrima subsisto os diaschoro ainda que de dentro para continuar respirando há sempre um trago de oxigênio em um choro dor a dor [...]

O coração vazio

O coração vazio

Meu pai batia na porta do meu quarto com desgosto, insatisfação, desapontamento. Nunca precisei olhar nos olhos do meu pai, para saber quando ele não estava feliz comigo. Nunca precisei ouvir os raros longos áudios, para compreender o que ele esperava de mim. Meu pai que nunca levantou a voz, a mão - batia na [...]

#36

#36

esparramandoenvergandodesatandodesfazendodescamandoacinzentandotransbordandoderramandomolhandoabrandandosilenciandodiminuindocaindocaindocaindo a vida, que não é mais o que era. Por: Francielle Santos (Foto: Reprodução / Flickr)

eu queria o mundo

eu queria o mundo

eu queria o mundo. honestamente, eu ainda quero.  talvez, não como todo mundo quer ou pelas razões que impulsionam a maioria das pessoas, mas eu ainda quero.  liberdade é pouco. o que eu quero ainda não tem nome,  disse a saudosa Clarice Lispector e como eu a entendo, como me sinto exatamente assim. na ânsia [...]

um ano que reescrevo me ou tento não desistir

um ano que reescrevo me ou tento não desistir

... eu não lembro quando escrevi a primeira frase, primeiro verso, parágrafo, texto inteiro que carregaram pedaços do meu coração. sequer tenho os cadernos da escola da minha infância e faculdade, onde, entre um exercício e outro, uma pequena pixação nas últimas folhas e nas capas era um respiro. quase não tenho memória das questões [...]

Fênix

Fênix

A gente precisa estar pronto para perder tudo, e mesmo assim, recomeçar. A gente precisa estar pronto para voltar, e mesmo assim, não desistir de voar. A gente precisa estar pronto para calar, e mesmo assim, não ignorar as nossas duras razões no peito. A gente precisa estar pronto para recuar, e mesmo assim, não [...]

quantos fins terei de atravessar para silenciar o fim?

quantos fins terei de atravessar para silenciar o fim?

não há palavras. nunca haverá palavras suficientes para explicar as coisas que são indizíveis. coisas que estão embargadas entre o pulmão e a linguá. transpiro um tipo de ressentimento. o meu organismo está completamente intolerante à tudo isso. mesmo que me esforce com todo o meu querer, sou incapaz de evitar o desapontamento de quem [...]

quando …

quando …

quando o amor não basta quando o afeto falha quando a generosidade titubeia quando a capacidade de perdoar não existe quando a tolerância é invisível quando a conquista é insustentável quando a esperança se desvanece quando o chão te falta quando o céu está sempre escuro quando a coragem retrocede quando o caminhar vacila quando [...]