um ano que reescrevo me ou tento não desistir

um ano que reescrevo me ou tento não desistir

... eu não lembro quando escrevi a primeira frase, primeiro verso, parágrafo, texto inteiro que carregaram pedaços do meu coração. sequer tenho os cadernos da escola da minha infância e faculdade, onde, entre um exercício e outro, uma pequena pixação nas últimas folhas e nas capas era um respiro. quase não tenho memória das questões [...]

três mulheres

três mulheres

Não falta muito para virar a minha estação! E eu que sempre negligenciei essa data, nunca falei tanto dela o tempo todo. Estou apavorada e impressionantemente serena, se é que é possível ser tempestade e calmaria ao mesmo tempo. Tenho pensado muito na minha avó materna. Esses dias tentei escrever um texto sobre ela, mas [...]

Caixa Postal 001

Caixa Postal 001

Querida (o) Clarice LispectorPedro ChagasVirginia WoolfJane AustenCarlos DrummondFernando PessoaCecília MeirellesRubem BragaPedro BandeiraAntonio PradaPaulo LeminskiMarco LucchesiJúlio CortázarNicholas SparksElizabeth Gilbert quando se está vazio, escreve-se sobre o que ? com admiração e desassossego Francielle Santos (Foto: Aphoxtic)

cicatrizes

cicatrizes

[ela] era só uma menina... não importa quantas respostas eu busque na minha mente, eu nunca vou saber o porquê tinha que ser assim. não importa quanto tempo passe, o passado nunca vai deixar de ser o que foi. não importa quantas camadas de pele eu rasgue em mim, há cicatrizes que são inalcançáveis. não [...]

#31

#31

eu tento juntar os cacos eles me ferem eu tento esconder as feridas o sangue mancha as minhas vestes eu tento silenciar o meu grito e ele derrama através dos meus olhos

chegando no fim

chegando no fim

estava chegando no fim. eu sabia. todos ao meu redor também sabiam. eu só precisava aceitar. encarar de cabeça erguida, deixar sangrar o que tinha que sangrar como um ritual de purificação. eu precisava nascer de novo, mas antes precisava morrer completamente. os dias estavam sendo cruéis demais. cada madrugada, uma sessão de tortura analítica [...]

(re)nascer

(re)nascer

os meus dias todos já estavam escritos  ainda que nenhum deles houvesse ainda  os meus dias todos já estavam escritos ainda que nenhum sonho meu houvesse ainda  há vinte cinco anos nasci para o que estava escrito há dez anos resisto pelos meus sonhos quando nada era, eu tudo pensava saber.  quando tudo veio a [...]

coisas nunca ditas

coisas nunca ditas

ah meu bem, se tu soubesse das coisas todas que eu nunca disse por mero egoísmo meu. ah, se tu soubesses sobre os pecados todos que cometi antes de ti, será que terias me aceitado? será que terias ficado? será que terias me amado? confesso-te, houve vezes que eu me senti uma granada sem pino, [...]