Latejos

Latejos

O meu coração tem pressa. Neste minuto, por exemplo, ele bate pesado e acelerado no peito, sinto que ele teima em querer carregar o meu mundo inteiro nas costas, mas como? Como aguentar tudo? Como aguentar todos? Como aguentar-me inteira? Tenho a sensação de que de algum modo os meus dias urgem, de que não [...]

Ansiedade

Ansiedade

É como se nada mais fosse ser possível e mesmo assim resistissem. É como se tudo nos exigisse mutação, quando na verdade nada podemos alterar no DNA. É sobre as coisas para as quais ainda não temos respostas, justificativas, palavras e continuássemos insistindo por redenção. É sobre o que já foi e não mudará, jamais!É [...]

#53

#53

Fronteiras se abrindoBoas novas chegandoUm tsunami de coisas acontecendo Um oceano inteiro para atravessar — Attraversiamo! Por: Francielle Santos (Foto: Mackenzie Murphy )

#52

#52

derramarei todas as lágrimasderramarei todos os risosderramarei todas as palavrasderramarei todo silêncioderramarei os meus paisderramarei os meus amigosderramarei a minha féderramarei cada um dos meus medosderramarei as minhas certezas e convicçõesderramarei todas as minhas incertezas e dúvidasderramarei sangue derramarei regeneraçãoderramarei saudadederramarei amor derramarei partículas derramarei partes inteiras derramar-me-ei. Por: Francielle Santos (Foto: Tumblr)

O que eu sei

O que eu sei

Esses dias me perguntaram como faço para prosseguir, para não chutar o balde de vez, para não desistir das batidas do meu coração. E eu não sei dizer como - exatamente como. O que eu sei apenas, é do que não posso abrir mão, do que dentro é inegociável, do que sou incapaz de esquecer, [...]

#41

#41

deixo irdeixo de serdeixo de sentirdeixo de estardeixo de ouvirdeixo de falardeixo de existir procuro-menas vielas das entranhasnas esquinas das lembrançasnos becos entre os ossos onde me larguei onde estive? onde estou?para onde devo seguir? onde estão as certezas?as tive um dia? sigosigo deixando sigo perdendosigo sentindo tenho impulsividades atrasadasurgências silenciadasqueimo em febre de 40ºas [...]

O coração vazio

O coração vazio

Meu pai batia na porta do meu quarto com desgosto, insatisfação, desapontamento. Nunca precisei olhar nos olhos do meu pai, para saber quando ele não estava feliz comigo. Nunca precisei ouvir os raros longos áudios, para compreender o que ele esperava de mim. Meu pai que nunca levantou a voz, a mão - batia na [...]

eu sou um movimento

eu sou um movimento

São os ecos que atravessam as minhas paredes, que sobem, que descem, que seguem em frente e que tornam tudo em mim, passagem. É cada partícula impaciente que tem urgência de vida. São todas as células que contam cada tropeço e cada vitória. São as lágrimas que se recusam a retroceder. São as palavras que [...]

você me ouve?

você me ouve?

Faço queixas da tua incompreensão na sala do meu terapeuta. Ele me aguarda com aquele olhar sereno e paciente por mais devaneios ou conclusões, enquanto eu escondo o meu olhar triste e decepcionado nas folhas da árvore em frente a janela grande de vidro do consultório e que alcança até o quarto andar do prédio. [...]